Minha Conta

CPF: Senha:

Carta Viva

Colunas

O dia mal

 Depois de trabalhar o dia todo em pé, finalmente estava em casa e, ao sentar no sofá, recebi uma mensagem com o convite para escrever esse artigo. Eu sabia que ainda tinha muitas coisas para fazer e pensei: escrever sobre o que (já que o tema proposto era livre)?

Metade de mim estava cansada, o corpo estava doendo, a vontade era de deitar, chorar, dormir... Mas, a outra metade fez com que eu me levantasse, pegasse um papel e começasse a escrever exatamente sobre este dia.
Foi um dia longo, minha cabeça estava a “mil por hora” pensando sobre vários tipos de desafios e situações que estava lidando. Minhas emoções estavam abaladas e um sentimento de fraqueza abatia a minha alma.
A sensação era a de que estava em um filme e eu era a personagem principal. A vontade era a de que todo meu pensamento e sentimento não fossem reais. Mas eram, estavam ali e era preciso lidar com aquilo tudo.  
Quantas de nós já não passamos por dias assim? Por momentos difíceis e de grandes desafios?
Sei que o nosso Deus não nos prometeu que seria fácil, mas Ele disse que Nele seria possível!
Possível crer quando não se vê.
Possível lutar quando está fraco.
Possível amar quando as coisas não estão do nosso jeito.
Possível ir contra a nossa própria vontade e ouvir e obedecer à voz de Deus.
Possível encorajar e ser encorajada quando não temos forças...
Em todas as circunstâncias, o nosso possível vem do nosso Deus que diz: “as coisas que são impossíveis aos homens, são possíveis a mim” (Lc 18:27).
Nos dias difíceis temos a opção de falarmos com Deus ou de nos entregarmos ao cansaço e abatimento. Naquele dia complicado, eu escolhi falar com Deus Pai, lembrar-me de suas promessas que trazem esperança e renovo. 
Hoje digo a você que é possível terminar um dia de lutas e agradecer ao Senhor por todas as coisas, pois quando lembramos quem somos Nele e o que Ele diz a nosso respeito é como darmos água a uma flor e vê-la florescer, é como darmos água ao sedento e vê-lo saciado.
Assim devemos ser e andar, bebendo da água da vida que é a fonte em tempo de vitórias e dificuldades.
Água viva que não acaba, que supre nossas necessidades e que nos renova.
Em dias difíceis, faça o mesmo, pare para ouvir seu Pai. Beba da água de um Deus vivo para que seus dias terminem em esperança e fé.
Quero estar sempre pronta para aprender do meu Pai e dizer: Tudo é possível ao que crê!
Que seja essa também a sua vontade!
 
Karen Guarato – pastora e missionária do Ministério Sal da Terra
Fale com ela: kzaguaratto@gmail.com