Minha Conta

CPF: Senha:

Cremos

Princípios e Valores

Governo

  Gênesis 2 – “Não é bom que o homem seja só.”

  Provérbios 15 – “Onde não há conselho os projetos são frustrados, mas com a multidão dos conselheiros eles são estabelecidos.”

•  Provérbios 18 – “O que vive isolado busca seu próprio desejo, insurge-se contra a verdadeira sabedoria.”

  Eclesiastes 4 – “É melhor serem dois do que um.”

  Mateus 18 – “Se dois concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.”

  II Coríntios 13 – “Por boca de duas ou três testemunhas toda palavra é estabelecida.”

  Efésios 1 – “Conforme o propósito d’Aquele que faz todas as coisas, segundo o exclusivo conselho da Sua vontade.”

Um conselho difere de uma diretoria, porque o conselheiro é alguém que, no exercício da sua função, representa uma visão perante um grupo de pessoas, além de ser apto a cumprir uma determinada tarefa.

No conselho, as relações interpessoais são tão importantes, ou mais, do que os resultados alcançados. Na sua formação busca-se a maior diversidade de características possível entre os conselheiros, para melhor eficácia e flexibilidade no exercício das suas funções.

O conselho pode ser diverso nas posições, mas unânime na disposição, lembrando-se de que o único limite para a Liberdade é o Respeito gerado por um Amor sincero.

O conselho deve ser caracterizado pela regularidade de sua agenda relacional e administrativa; sempre num ambiente de profunda fundamentação bíblica e oração, esforçando-se pela preservação de um espírito cordial e honrado.